Uso da Análise Hierárquica (AHP) para identificação da preferência de peritos-contadores quanto ao método de avaliação de sociedades em perícias contábeis

  • Claudio Roberto Caríssimo Professor e pesquisador na Universidade Federal de Alfenas – Campus Varginha
  • Marcia Athayde Moreira Professora do Programa em Administração da Universidade da Amazônia
  • Martinho Maurício Gomes de Ornelas Sócio da Ornelas & Associados Perícia Contábil e Arbitragem S/S Ltda.
  • Jersone Tasso Moreira Silva Professor e pesquisador da Universidade Fumec
Palavras-chave: Avaliação de sociedades, Perícia contábil, Apuração de haveres, AHP

Resumo

Este artigo teve como objetivo evidenciar quais são as preferências dos peritos-contadores quanto à escolha do método de avaliação de sociedades em perícias contábeis, como também os principais critérios, quantificados com base em método multicriterial, denominado Método de Análise Hierárquica (AHP). Abordou-se no referencial teórico a relação entre a perícia contábil e a avaliação de sociedades, na qual o procedimento pericial é denominado como apuração de haveres. Foram apresentados os principais métodos de avaliação de empresas e o Balanço de Determinação, que é um procedimento determinado pelo judiciário brasileiro que evidencia os ativos a valor de mercado, os passivos a valor presente e o goodwill. O uso do AHP mostrou-se apto para a pesquisa, evidenciando a preferência dos peritos-contadores pelo Balanço de Determinação com Fluxo de Caixa Descontado (ABDFC), com 62,66%. Dentre os critérios estabelecidos para a escolha do método de avaliação de sociedades, a continuidade foi o que obteve maior percentual com 46,13%.

Biografia do Autor

Claudio Roberto Caríssimo, Professor e pesquisador na Universidade Federal de Alfenas – Campus Varginha
Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Marcia Athayde Moreira, Professora do Programa em Administração da Universidade da Amazônia
Doutora em Ciências Contábeis pela Universidade São Paulo (USP)
Martinho Maurício Gomes de Ornelas, Sócio da Ornelas & Associados Perícia Contábil e Arbitragem S/S Ltda.
Doutor em Ciências Contábeis pela Universidade São Paulo (USP)
Jersone Tasso Moreira Silva, Professor e pesquisador da Universidade Fumec
Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa

Referências

ALBERTO, Valder Luis Palombo. (2000). Perícia contábil. 2ª ed. São Paulo: Ed. Atlas.

AMARAL, Juliano F. S.; SILVA, Jersone. T. M. &TEIXEIRA, Luiz Antônio A. (2007). Aplicação do processo analítico hierárquico como suporte à decisão na produção bovina de corte na região de Betim/MG. Contabilidade Vista & Revista, 18(3), pp. 133-159.

ASSAF NETO, Alexandre. (2006). Finanças corporativas e valor. São Paulo: Atlas.

BRASIL. Código de processo civil. Lei nº 5.869 de 11 de janeiro de 1973. (2010). VadeMecum: acadêmico de direito/Anne Joyce Angher (Org.). 10ª ed. São Paulo: Rideel.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. CPC 00 R1: Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro. Brasília, 2011. Recuperado em 05 de junho, 2013. Disponível em: < http://static.cpc.mediagroup.com.br/Documentos/147_CPC00_R1.pdf>.

COSTA, Helder G. (2002). Introdução ao método de análise hierárquica:análise multicritério no auxílio à decisão. Niterói, RJ: H. G. Costa, 2002. Recuperado em 21 de julho, 2013. Disponível em:<http://www.din.uem.br/sbpo/sbpo2004/pdf/arq0279.pdf>.

DAMODARAN, Aswhat. (1997). Avaliação de investimentos:ferramentas e técnicas para determinação do valor de qualquer ativo. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora.

DAMODARAN, Aswhat. (2005). Valuation approaches and metrics: a survey of the theory and evidence. Foundations & Trends In Finance1, n. 8, pp. 693-784. http://dx.doi.org/10.1561/0500000013

OLIVEIRA, Andre L. S. de. O princípio da preservação da empresa manifestado no Código Civil sob uma perspectiva societária. (2011). Revista Eletrônica de Direito da Universidade Castelo Branco. Recuperado em 16 de julho, 2013. Disponível em:.

DEMO, Pedro. (1995). Metodologia científica em ciências sociais. 3ª ed. São Paulo: Atlas.

FERNÁNDEZ, Pablo. (2007). Company valuation methods. The most common errors in valuation. Working Paper. 25p. Madrid. IESE Business School, 2002.

GRANEMANN, Sergio R. & GARTNER, Ivan R. (1198). Seleção de financiamento para aquisição de aeronaves: uma aplicação do método de análise hierárquica (AHP). Transportes, v. 6, n.1. doi: 10.14295/transportes.v6i1.238

GOMES, L. F. A. M.; ARAYA, M. C. G.& CARIGNANO, C. (2004). Tomada de decisões em cenários complexos: introdução aos métodos discretos do apoio multicritério à decisão. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

HITCHNER, James. (2003). Financial valuation: applications and models. New Jersey: John Wiley & Sons.

HO, W.; DEY, P.K. & HIGSON, H.E. (2006). Multiple criteria decision making techniques in higher education. International Journal of Educational Management, 20(5), pp. 319-337. doi:10.1108/09513540610676403

HOOG, Wilson Z. (2010). Resolução de sociedade & Avaliação do patrimônio na apuração de haveres. Curitiba: Juruá.

ISHIZAKA A.& LABIB A. (2011). Review of the main developments in the analytic hierarchy process. Expert Systems with Applications, 38(11), pp.14336-14345.doi: 10.1016/j.eswa.2011.04.143

IUDÍCIBUS, Sérgio de. (2000). Teoria da contabilidade. 6ª ed. São Paulo: Atlas.

KROENKE, Adriana & HEIN, Nelson. (2011). Avaliação de empresas por meio de indicadores de atividade: uma aplicação do método AHP. REGE, São Paulo - SP, Brasil, 18(4), p. 605-620.

LARO, David & PRATT, Shannon P. (2005). Business valuation and taxes: procedure, law, and perspective. New Jersey: John Wiley & Sons.

LYRA, Ricardo L. W. C. de. (2008). Análise hierárquica dos indicadores contábeis sob óptica do desempenho empresarial. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

MARTELANC, Roy; PASIN, Rodrigo & PEREIRA, Fernando. (2010). Avaliação de empresas: um guia para fusões & aquisições e private equity. São Paulo: Pearson Prentice Hall.

MARTINS, Elizeu et al. (Org.). (2001). Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica – FIPECAFI. São Paulo: Atlas.

MARTINS, Gilberto de Andrade. (2007). Manual para elaboração de monografias e dissertações. 3ª ed. São Paulo: Atlas.

MONTANDON, Tabele M. (2006). Avaliação de empresas em perícias judiciais contábeis: um estudo de casos. Dissertação de Mestrado em Ciências Contábeis, Faculdade de Administração e Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

OLIVEIRA, Andre L. S. de. O princípio da preservação da empresa manifestado no Código Civil sob uma perspectiva societária. (2011). Revista Eletrônica de Direito da Universidade Castelo Branco. Recuperado em 16 de julho, 2013. Disponível em:.

ORNELAS, Martinho M. G. de. (2000a). Contribuição à formulação de um sistema conceitual contábil de apuração de haveres em processos judiciais. Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

ORNELAS, Martinho M. G. de. (2000b). Perícia contábil. 3ª ed. São Paulo: Ed. Atlas.

ORNELAS, Martinho M. G. de. (2003), Avaliação de sociedades: apuração de haveres em processo judiciais. 2ª ed. São Paulo: Atlas.

ORNELAS, Martinho M. G. de. (2010); A impropriedade da adoção do fluxo de caixa descontado em procedimento judicial de apuração de haveres. Recuperado em 14 de maio, 2014. Disponível em: <http://www.contadoresforenses.net.br/trabalhos.php>.

PAULO, Edilson; CUNHA, Jacqueline V. A. da; ALENCAR, Roberta C & MARTINS, Eliseu. de. (2006). As práticas dos peritos contadores na apuração de haveres. RBGN – Revista Brasileira de Gestão de Negócios. São Paulo, 8(22), pp. 23-36.

PELEIAS, Ivam R.; NOGUEIRA, Marcelo Francisco; PARISI, Cláudio & ORNELAS, Martinho Maurício Gomes de. (2009). Otimizaç

Publicado
31-03-2016
Como Citar
Caríssimo, C., Moreira, M., de Ornelas, M., & Moreira Silva, J. (2016). Uso da Análise Hierárquica (AHP) para identificação da preferência de peritos-contadores quanto ao método de avaliação de sociedades em perícias contábeis. Revista De Educação E Pesquisa Em Contabilidade (REPeC), 10(1). https://doi.org/10.17524/repec.v10i1.1333
Seção
Artigos