UM ESTUDO SOBRE O DESEMPENHO FINANCEIRO DO ÍNDICE BOVESPA DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL

Autores

  • Idália Antunes Cangussú Rezende Fucape
  • Julyana Goldner Nunes Fucape
  • Simone Salles Portela Fucape

DOI:

https://doi.org/10.17524/repec.v2i1.22

Palavras-chave:

Índice de Sustentabilidade Empresarial, teoria dos Stakeholders, teoria dos Shareholders

Resumo

Este estudo investiga os investimentos socialmente responsáveis, bem como a sua conceituação e o contexto mundial e brasileiro, a fim de fundamentar a existência dos índices de sustentabilidade empresarial. Além disso, buscou-se verificar se o retorno do índice de sustentabilidade empresarial é semelhante aos índices de ações convencionais da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Para tanto, realizou-se uma fundamentação teórica baseada na teoria dos stakeholders ou teoria dos grupos de interesse e na teoria dos shareholdes ou teoria da maximização da riqueza dos acionistas. Essas teorias buscam uma relação entre Responsabilidade Social Corporativa (RSC) e desempenho financeiro das empresas. Esta pesquisa foi desenvolvida a partir de uma revisão bibliográfica, na qual foram realizados testes estatísticos que comparam o retorno médio do Índice Bovespa de Sustentabilidade Empresarial (ISE) com o retorno médio do Índice Bovespa (Ibovespa), Índice Brasil (IBrx) e do Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC). As evidências encontradas, por meio da utilização de testes estatísticos, demonstram que apesar de o ISE possuir uma carteira teórica diferenciada, voltada ao tema social, ambiental e ético, o seu retorno é semelhante aos índices de ações convencionais.

Downloads

Publicado

2009-04-14

Como Citar

Cangussú Rezende, I. A., Goldner Nunes, J., & Salles Portela, S. (2009). UM ESTUDO SOBRE O DESEMPENHO FINANCEIRO DO ÍNDICE BOVESPA DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. Revista De Educação E Pesquisa Em Contabilidade (REPeC), 2(1), 93–122. https://doi.org/10.17524/repec.v2i1.22

Edição

Seção

Artigos