COMPORTAMENTO DOS DEZ MAIORES BANCOS BRASILEIROS DURANTE A CRISE DO SUBPRIME: UMA ANÁLISE POR MEIO DE INDICADORES CONTÁBEIS

  • Rodrigo de Souza Gonçalves Professor Adjunto da Universidade de Brasília
  • Adilson de Lima Tavares Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Pedro Maia Ximenes
  • Rosane Maria Pio da Silva Universidade de Brasília
Palavras-chave: Análise de Balanço, Instituições Financeiras, Crise do subprime.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo demonstrar o comportamento dos dez maiores bancos brasileiros no período de junho de 2008 a de setembro de 2009, a partir da análise de indicadores contábeis. Para tanto, foram calculados 16 índices com periodicidade trimestral, extraídos a partir das informações contidas nos relatórios contábeis, caracterizando a pesquisa como documental. Os índices foram separados em cinco categorias: liquidez, capital, rentabilidade, receita e mercado. Os resultados obtidos apontaram que a maioria das instituições financeiras da amostra teve capacidade de gerir seus recursos de forma a obter condições de manter o crédito inicialmente, para então, a partir do primeiro trimestre de 2009, impulsionada pelos bancos públicos, elevar suas operações de crédito. Além disso, a maioria dos bancos apresentou uma tendência anticíclica de fomentar as atividades produtivas, com preferência às atividades de maior liquidez em detrimento da rentabilidade, tendo dessa forma uma postura mais conservadora. Por fim, verificou-se que as iniciativas adotadas pelo governo, o equilíbrio econômico brasileiro e os recursos oferecidos pelos bancos ajudaram a produzir um ambiente para o reaquecimento das atividades empresariais durante o período mais agudo da crise do subprime.

Biografia do Autor

Rodrigo de Souza Gonçalves, Professor Adjunto da Universidade de Brasília
Doutor em Ciências Contábeis pelo Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN Professor Adjunto da Universidade de Brasília Endereço: Campus Universitário Darcy Ribeiro, Caixa Postal 04320, Cep: 70.910-970 – Brasília (DF)
Adilson de Lima Tavares, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Doutor em Ciências Contábeis pelo Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Endereço: Campus Universitário da UFRN, Lagoa Nova, CEP 59.072-970 – Natal (RN) E-mail: adilson.tavares@uol.com.br – Tel. (84) 3215-3486
Pedro Maia Ximenes
Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília Assistente no Banco do Brasil
Rosane Maria Pio da Silva, Universidade de Brasília
Mestre em Ciências Contábeis pelo Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN Professora Assistente da Universidade de Brasília Endereço: Campus Universitário Darcy Ribeiro, Caixa Postal 04320, Cep: 70.910-970 – Brasília – DF E-mail: rosanepio@pop.com.br – Tel. (61) 3107-0798
Publicado
28-06-2012
Como Citar
Gonçalves, R. de S., Tavares, A. de L., Ximenes, P. M., & Silva, R. M. P. da. (2012). COMPORTAMENTO DOS DEZ MAIORES BANCOS BRASILEIROS DURANTE A CRISE DO SUBPRIME: UMA ANÁLISE POR MEIO DE INDICADORES CONTÁBEIS. Revista De Educação E Pesquisa Em Contabilidade (REPeC), 6(2). https://doi.org/10.17524/repec.v6i2.215
Seção
Artigos