IMPACTO DA CONVERGÊNCIA ÀS NORMAS CONTÁBEIS INTERNACIONAIS NO BRASIL SOBRE O CONTEÚDO INFORMACIONAL DA CONTABILIDADE

  • Marcelo Alvaro da Silva Macedo Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Márcia Reis Machado Professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Márcio André Veras Machado Professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Pedro Henrique Cardoso Mendonça Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Palavras-chave: IFRS, Conteúdo Informacional da Contabilidade, Processo de Convergência às Normas Internacionais de Contabilidade, Índices Contábeis.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o impacto do processo de convergência às normas contábeis internacionais no Brasil sobre o conteúdo informacional da Contabilidade, tendo como foco alterações nos principais índices contábil-financeiros e na relevância das informações contábeis. Para tanto, foram analisadas empresas não financeiras de capital aberto, considerando informações do exercício de 2009 divulgadas no início de 2010 (BRGAAP – padrão parcialmente IFRS) e no início de 2011 (full IFRS). A análise de dados do exercício de 2009 teve como propósito isolar toda e qualquer outra influência encontrada nas demonstrações contábeis que não fosse proveniente das alterações de padrão contábil. Os resultados apontaram que os indicadores Endividamento (END), Giro do Ativo (GA), Margem Bruta (MB), Fluxo de Caixa Operacional sobre Ativo Total (FSA) e Fluxo de Caixa Operacional sobre Patrimônio Líquido (FSPL) mostraram-se menores, quando utilizados dados das demonstrações em full IFRS. Analisado a capacidade informacional do Lucro Líquido, por meio de regressão, foi possível detectar que, ao refletir o padrão full IFRS, o Lucro Líquido aumenta seu poder explicativo sobre o comportamento dos preços das ações. Em relação ao conteúdo informacional do Patrimônio Líquido, os resultados apontaram que não houve alteração significativa no seu poder explicativo do comportamento dos preços das ações.

Biografia do Autor

Marcelo Alvaro da Silva Macedo, Professor Adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Doutor em Engenharia de Produção (COPPE/UFRJ) e Pós-Doutorado em Controladoria e Contabilidade (USP)
Márcia Reis Machado, Professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Doutora em Contabilidade (USP)
Márcio André Veras Machado, Professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Doutor em Administração (UNB)
Pedro Henrique Cardoso Mendonça, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Graduado em Ciências Contábeis (UFRJ)

Referências

Assaf Neto, A. (2006). Estrutura e Análise de Balanços: um enfoque econômico-financeiro. (8 ed.) São Paulo: Atlas.

Baptista, E. M. B. (2009) Ganhos em transparência versus novos instrumentos de manipulação: o paradoxo das modificações trazidas pela Lei no 11.638. RAE – Revista de Administração de Empresas, 49(2), p. 234-239.

Barth, M. E., Landsman, W. R. & Lang, M. H. (2008). International accounting standards and accounting quality. Journal of Accounting Research, 46(3), p. 467-498.

Bartov, E., Goldberg, S. R. & KIM, M. (2005). Comparative Value Relevance Among German, U.S., and International Accounting Standards: A German Stock Market Perspective. Journal of Accounting, Auditing & Finance, 20(2), p. 95-119.

Braga, H. R. (2003). Demonstrações Contábeis: Estrutura, Análise e Interpretação. (5 ed.) São Paulo: Atlas.

Braga, J. P., Araujo, M. B. V., Macedo, M. A. S. & Corrar, L. J. (2011). Análise do Impacto das Mudanças nas Normas Contábeis Brasileiras: um estudo comparativo dos indicadores econômico-financeiros de companhias brasileiras para o ano de 2007. RCC – Revista Contemporânea de Contabilidade, 8(15), p. 105-128.

Brooks, C. (2002). Introductory econometrics for finance. Cambridge: Cambridge University Press.

Callao, S., Jarne, J.I. & Laínez, J.A. (2007). Adption of IFRS in Spain: Effect on the comparability and relevance of financial reporting. Journal of International Accounting, Auditing and Taxation, 16(2), p.148-178.

Carvalho, L.N., Lemes, S. & Costa, F. M. (2008). Contabilidade Internacional: aplicação das IFRS 2005. São Paulo. Atlas.

Chalmers, K., Clinch, G. J. & Godfrey, J. M. (2008). Adoption of International Financial Reporting Standards: Impact on the Value Relevance of Intangible Assets. Australian Accounting Review. 18(3), p. 237-247.

Chalmers, K., Clinch, G. J. & GODFREY, J. M. (Janeiro 2009). Changes in Value Relevance of Financial Information Upon IFRS Adoption. Social Science Research Network (SSRN). Recuperado em 23 agosto de 2010 www.ssrn.com.

Circular Susep nº 357, de 26 de dezembro de 2007 (2007). Dispõe sobre o processo de convergência às normas internacionais de contabilidade. Rio de Janeiro: Superintendência de Seguros Privados. Recuperado em 20 março de 2012 de http://www.cpc.org.br/pdf/circ357_susep.pdf.

Collis, D., Maydew, E. L. & Weiss, L. (1997). Changes in the value relevance of earnings and book value over the past forty years. Journal of Accounting and Economics. 24(1), p. 39-67.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS (CPC) (2011). Pronunciamento conceitual básico: estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis. Brasília,.

Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). (2011). Pronunciamento conceitual básico: estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis. Brasília, DF: Autor.

Comunicado Bacen n.º 14.259/06 (2006). Comunica procedimentos para a convergência das normas de contabilidade e auditoria aplicáveis às instituições financeiras e às demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil com as normas internacionais promulgadas pelo International Accounting Standards Board (IASB) e pela International Federation of Accountants (IFAC). Brasilia, DF: Banco Central do Brasil. Recuperado em 20 de março de 2012 de http://www.fiscosoft.com.br/index.php?PID=143114&amigavel=1#ixzz2aYAEh5WJ.

Corrar, L. J., Paulo, E. & Dias Filho, J. M. (Coords.). (2007). Análise Multivariada para Cursos de Administração, Ciências Contábeis e Economia. São Paulo: Atlas.

Costa, F. M. & Lopes, A. B. (2007). Ajustes aos US-GAAP: estudo empírico sobre sua relevância para empresas brasileiras com ADRs negociadas em bolsa de Nova Iorque. Revista Contabilidade & Finanças, 18(Esp.), p. 45-57.

Ding, Y., Hope, O. K., Jeanjean, T. & Stolowy, H. (2007). Differences Between Domestic Accounting Standards and IAS: Measurement, Determinants and Implications. Journal of Accounting and Public Policy, 26(1), p. 1-38.

Fávero, L. P., Belfiore, P., Silva, F. L. da & Chan, B. L. (2009). Análise de dados – modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Campus/Elsevier.

Grecco, M. C. P., Geron, C. M. S.& Formigoni, H. (2009). O Impacto das Mudanças nas Práticas Contábeis no Nível de Conservadorismo das Companhias Abertas Brasileiras. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, 16. Fortaleza, CE, Brasil.

Gujarati, D. (2006). Econometria Básica. Rio de Janeiro: Campus/Elsevier.

Haller, A.; Ernstberger, J. & Froschhammer, M. (2009). Implications of the Mandatory Transition from National GAAP to IFRS — Empirical Evidence from Germany. Advances on Accounting, Incorporate Advances in Internacional Accounting.25(2), 226-236.

Hung, M. & SUBRAMANYAM, K. R. (2007). Financial statement effects of adopting international accounting standards: the case of Germany. Review of Accounting Studies, 12(4), p. 623-657.

Instrução CVM nº 457, de 13 de julho de 2007 (2007). Dispõe sobre a elaboração e divulgação das demonstrações financeiras consolidadas, com base no padrão contábil internacional emitido pelo International Accounting Standards Board – IASB. Rio de Janeiro: Comissão de Valores Mobiliários. Recuperado em 20 março, 2012 de www.cvm.gov.br/asp/cvmwww/atos/Atos/inst/inst457.doc.

Iudícibus, S. (2008). Análise de Balanços. (9 ed.) São Paulo: Atlas.

Iudícibus, S. (2010). Teoria da Contabilidade. (10 ed.) São Paulo: Atlas.

Iudícibus, S., Martins, E, & Carvalho, L. N. (2005). Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução. Revista de Contabilidade & Finanças, 16(38), p. 7-19.

Iudícibus, S., Martins, E, Gelbcke, E. R. & Santos, A. (2010). Manual de Contabilidade Societária. São Paulo: Atlas.

Klann, R. C. & Beuren, I. M. (2011). Efeitos da Convergência Contábil às IFRS no Gerenciamento de Resultados de Empresas Européias. Anais do Congresso Anpcont, 5. Vitória, ES, Brasil.

Lang, M., Raedy, J. & Yetman, M. (2003). How representative are firms that are cross listed in the United States? An analysis of accounting quality. Journal of Accounting Research, 41(2), p. 363-386.

Lantto, A. M. & Sahlström, P. (2009). Impact of International Financial Reporting Standard Adoption on Key Financial Ratios. Accounting and Finance. 49(2), 341-361.

Lei n.º 11.638, de 28 de dezembro de 2007 (2007). Altera e revoga dispositivos da Lei n.º 6.404, de 17 de dezembro de 1976, e da Lei n. º 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Brasília, DF: Poder Executivo. Recuperado em 20 março, 2012 de http://www.planalto.gov.br.

Lei n.º 6.404 de 17 de dezembro de 1976 (1976). Dispõe sobre as sociedades por ações. . Brasília, DF: Poder Executivo. Recuperado em 20 março, 2012 de http://www.planalto.gov.br.

Lima, J. B. N. (2010). A relevância da informação contábil e o processo de convergência para as normas IFRS no Brasil. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia e Administração. São Paulo, SP.

Lopes, A. B. (2002). A Informação Contábil e o Mercado de Capitais. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

Macedo, M. A. S, Machado, M. A. V., Murcia, F. D. R. & Machado, M. R. (2011). Análise do impacto da substituição da DOAR pela DFC: um estudo sob a perspectiva do value-relevance. Revista de Contabilidade e Finanças, 22(57), p. 299-318.

Macedo, M. A. S., Machado, M. A. V. & Machado, M. R. (2011). Análise da Relevância da Informação Contábil no Brasil num Contexto de Convergência às Normas Internacionais de Contabilidade. Anais do Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis – ADCONT, 2. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Marques, J. A. V. C., Carneiro Junior, J. B. A. & Kühl, C. A. (2008). Análise Financeira das Empresas: da abordagem financeira tradicional às medidas de criação de valor. Rio de Janeiro: Freitas Bastos.

Martins, G. A. & Theóphilo, C. R. (2009). Metodologia da Investigação Científica para Ciências Sociais Aplicadas. (2 ed.) São Paulo: Atlas.

Matarazzo, D. C. (2003). Análise Financeira de Balanços: abordagem básica e gerencial. (6 ed.) São Paulo: Atlas.

Miranda, V. L. (2008). Impacto da adoção das IFRS (International Financial Reporting Standards) em indicadores econômico-financeiros de bancos de alguns países da União Européia. 2008. 114 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia e Administração, São Paulo, SP.

Morais, A. I. & Curto, J. D. (2008). Accounting quality and the adoption of IASB Standards – portuguese evidence. Revista Contabilidade & Finanças, 19(48), p. 103-111.

Morais, A. I. & Curto, J. D. (2009). Mandatory adoption of IASB Standards: value relevance and country-specific factors. Australian Accounting Review, 19(49), p. 128-143.

Niskanen, J., Kinnunen, J. & Kasanen, E. (2000). The value relevance of IAS reconciliation components: empirical evidence from Finland. Journal of Accounting and Public Policy, 19(2), p. 119-137.

Niyama, J. K. (2006). Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas.

Pereira da Silva, J. (2008). Análise Financeira das Empresas. (9 ed.) São Paulo: Atlas.

Perez Jr., J. H. & Begalli, G. (2002). A. Elaboração das Demonstrações Contábeis. (3 ed.) São Paulo: Atlas.

Perramon, J. & AMAT, O. (2006). IFRS Introduction and its Effect on Listed Companies in Spain. Economics Working Papers, no. 975, Universitat Pompeu Fabra, Department of Economics and Business. Recuperado em 09 fevereiro, 2012 de http://www.econ.upf.edu/docs/papers/downloads/975.pdf.

Plöger, A. Palavra do CPC. (2005). Recuperado em 31 março, 2012 de http://www.cpc.org.br/palavra.htm.

Resolução nº 1.055, de 07 de outubro de 2005. (2005). Cria o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), e dá outras providências.. Brasília, DF: Conselho Federal de Contabilidade. Recuperado em 20 março, 2012 de http://www.cgu.gov.br/PrevencaodaCorrupcao/Integridade/IntegridadeEmpresas/arquivos/RES_1055.pdf.

Santos, E. S. & Calixto, L. (2010). Impactos do Início da Harmonização Contábil Internacional (Lei n.º 11.638/07) nos Resultados de Empresas Abertas. RAE-eletronica, 9(1).

Siegel, S. & Castellan Jr., N. J. (2006). Estatística Não-Parmétrica para as Ciências do Comportamento. (2 ed) Porto Alegre: Bookman.

Silva, F. J. F, Couto, G. M. M. & Cordeiro, R. M. (2009). Measuring the Impact of International Financial Reporting Standards (IFRS) to Financial Information of Portuguese Companies. Revista Universo Contábil, 5(1), p. 129-144.

Van der Meulen, S., Gaeremynck, A. & Willekens, M. (2007). Attribute differences between U.S. GAAP and IFRS earnings: an exploratory study. The International Journal of Accounting, 42(2), p. 123-142.

Vergara, S. C. (2010). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. (12 ed.) São Paulo: Atlas.

Vishnani, S. & Shah, B. Kr. (2008). Value relevance of published financial statements – with special emphasis on impact of cash flow reporting. International Research Journal of Finance and Economics, 3(17), p. 84-90.

Weffort, E. F. J. (2005). O Brasil e a Harmonização Contábil Internacional. São Paulo: Atlas.

Publicado
21-09-2013
Como Citar
Macedo, M. A. da S., Machado, M. R., Machado, M. A. V., & Mendonça, P. H. C. (2013). IMPACTO DA CONVERGÊNCIA ÀS NORMAS CONTÁBEIS INTERNACIONAIS NO BRASIL SOBRE O CONTEÚDO INFORMACIONAL DA CONTABILIDADE. Revista De Educação E Pesquisa Em Contabilidade (REPeC), 7(3). https://doi.org/10.17524/repec.v7i3.905
Seção
Artigos